domingo, 14 de julho de 2013

coisas que fazem bem: Carqueja - "o chá para tudo"


A Carqueja encontrada em Portugal é um pequeno arbusto da família Fabaceae. É um arbusto com geralmente um metro de altura, muito ramificado, e que apresenta flores amarelas na Primavera, de Maio a Julho.

via outras comidas


São reconhecidas três subespécies (P. t. tridentatum; P. t. cantabricum; P. t. lasianthumtodas presentes em Portugal.

via unioviedo



É possível encontrá-la na metade ocidental da Península Ibérica e no norte de Marrocos, especialmente em zonas de floresta e de mato.

Outrora, a Carqueja era utilizada para fazer a "cama" aos animais, ou enterrada no solo para servir de fertilizante orgânico.
Igualmente, de geração em geração foi sendo passado o conhecimento sobre as suas propriedades benéficas, especialmente através da ingestão de chá de Carqueja, uma espécie de "chá para tudo" tais os seus benefícios.

Um pormenor interessante sobre esta planta, é a sua enorme resistência aos incêndios e, capacidade de renovação. Embora a parte aérea da Carqueja arda, o segmento da planta que se encontra enterrado sobrevive, e não tarda a emitir novos rebentos, vigorosos.



Os ramos são utilizados para culinária na receita de arroz de carqueja , ex-libris da alto-duriense e transmontana.

A Carqueja não deve ser tomada por grávidas visto que pode ter um efeito estimulante uterino e abortivo. Tem efeitos hipotensores, portanto deve ser evitada por pessoas com pressão arterial baixa, nem por pessoas demasiado magras. Pessoas com hipoglicemia e diabéticos devem controlar os níveis de açúcar no sangue ao tomar o chá de Carqueja, uma vez que esta pode baixar os níveis de glicose.

A Carqueja possui compostos fenólicos. Estes têm propriedades antioxidantes que combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento entre outras maleitas.
Um estudo comprovou em 2004, que os flavonoides da Carqueja actuam como agentes protectores das células endoteliais (células que formam a camada interna dos vasos sanguíneos).


Os benefícios da Carqueja:

"- Tem ação antibiótica.
- Pode ser empregue em problemas dermatológicos – beber o chá e aplicar na pele.
- Deve ser usada na diabetes e no colesterol alto.
- Tem propriedades anti-hipertensivas – baixa a tensão, assim como promove o bom funcionamento da circulação sanguínea.
- Apresenta efeitos na arteriosclerose e é ao mesmo tempo vasodilatadora e depurativa.
- É utilizada como digestivo, nas inflamações intestinais e como analgésico gástrico, útil nas azias.
- Indicada na obstipação.
- Gengivites.
- A sua decocção interessa a todo o sistema renal, para todas as afeções das bexiga, vias urinarias, antiespasmódico renal e muito importante no tratamento da nefrolitíase.
- Planta diurética.
- Protege o fígado das agressões – usada em todos os problemas hepáticos e da vesicula biliar.
- Devido ao seu poder anti-inflamatório deve ser tomada em todas as dores e inflamações.
- Tradicionalmente usada em problemas febris, como resfriados, gripes, catarros, bronquite, sinusite e irritações da garganta.
- Há quem a use para cefaleias e enxaquecas.
- Usada na gota e no controlo do ácido úrico.
- Como é tónica, deve ser tomada nas astenias e cansaços."
 
 
(referência: Mundo Higeia, o Botânico Aprendiz na Terra dos Espantos, Plantas Medicinais e Fitoterapia)